x
x
x
IS Sec. Faz. - GO 1/10 - IS - Instrução de Serviço SECRETARIA DE FAZENDA DO ESTADO DE GOIÁS nº 1 de 13.08.2010

DOE-GO: 18.08.2010

Dispõe sobre a adoção de procedimentos relacionados à avaliação de bens e direitos nos processos de inventário ou arrolamento para determinação da base de cálculo do ITCD.


O SECRETÁRIO DA FAZENDA DO ESTADO DE GOIÁS, no uso de suas atribuições, tendo em vista o disposto nos arts. 377 e 520 do Decreto nº 4.852, de 29 de dezembro de 1997, Regulamento do Código Tributário do Estado de Goiás - RCTE, e o Despacho "AG" nº 002772/2010 do Procurador-Geral do Estado, resolve baixar a seguinte

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO:

Art. 1º Na avaliação dos bens e direitos nos processos de inventário ou arrolamento a ser feita pela Fazenda Pública Estadual, para efeito de determinação da base de cálculo do Imposto sobre a Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos - ITCD - e cálculo do imposto, deve ser observado o disposto nesta instrução.

Art. 2º Os titulares da Delegacias Regionais de Fiscalização devem designar servidor efetivo da Secretaria da Fazenda para realizarem, no âmbito de suas respectivas circunscrições, a avaliação e a manifestação administrativa nos processos de inventário ou arrolamento para a apuração do valor venal dos bens e direitos a que se referem e do imposto correspondente.

Art. 3º Os documentos relativos à avaliação dos bens e direitos nos processo de inventário ou arrolamento, bem como os autos do processo judicial devem ser obrigatoriamente encaminhados, por meio de ofício, à unidade da Procuradoria Geral do Estado que atue na comarca em cuja jurisdição esteja localizada a Delegacia Regional de Fiscalização, com o fim de subsidiar os procuradores na manifestação em juízo da Fazenda Pública Estadual no respectivo processo, nos termos da lei processual civil.

Art. 4º Nos casos em que o prazo determinado pela autoridade judicial para a manifestação nos autos for considerado insuficiente para o cumprimento da ordem judicial, o servidor deve oficiar a unidade da Procuradoria-Geral do Estado responsável para solicitar a sua prorrogação para o tempo necessário à execução dos trabalhos.

Art. 5º Fica o Superintendente de Administração Tributária, no âmbito de suas atribuições, autorizado a baixar os demais atos complementares que se fizerem necessários ao fiel cumprimento do disposto nesta instrução.

Art. 6º Esta instrução entra em vigor na data de sua ( continua ... )

Clique e Leia a íntegra deste documento.


Assine aqui Acesso gratuito por 7 dias


Busca Avançada
Área:
  • Todas
  • Federal
  • Trab/Prev

Ajuda: como pesquiso frases ou expressões?