x
x
x
Dec. Est. MA 23.714/07 - Dec. - Decreto do Estado do Maranhão nº 23.714 de 07.12.2007

DOE-MA: 07.12.2007

Institui o Programa de Incentivo à Regularização Fiscal do Estado do Maranhão e concede parcelamento e dispensa total e parcial de juros e multas de débitos fiscais relacionados com o ICM e o ICMS.


 

O GOVERNADOR DO ESTADO DO MARANHÃO, no uso das atribuições que lhe confere o inciso III do art. 64 da Constituição Estadual, e considerando o disposto no Convênio ICMS nº 120, de 28 de setembro de 2007,

DECRETA:

Art. 1º Fica instituído o Programa de Incentivo à Regularização Fiscal do Estado do Maranhão que concede parcelamento e dispensa total e parcial de juros e multas de débitos fiscais relacionados com o ICM e ICMS, decorrentes de fatos geradores ocorridos na forma que indica.

Art. 2º Para fins de parcelamento as disposições contidas neste Decreto não se aplicam às empresas enquadradas no Simples Nacional e nem aos contribuintes com estabelecimentos comerciais localizados fora do território do Maranhão.

 
A redação deste artigo foi dada pelo artigo 1º do Decreto nº 23.803 de 08.01.2008.

Redação Antiga:"Artigo 2º As disposições contidas neste Decreto não se aplicam às empresas enquadradas no Simples Nacional e nem aos contribuintes com estabelecimentos comerciais localizados fora do território do Maranhão.

Art. 3º O parcelamento de que trata o art. 1º deste Decreto aplica-se, excepcionalmente, aos débitos constituídos ou não, inscritos ou não em dívida ativa, parcelados ou não, ainda que cancelados ou suspensos.

Art. 4º O parcelamento não se aplica a débitos fiscais oriundos da falta de recolhimento do imposto retido de contribuinte substituído, bem como àqueles provenientes de descumprimento de obrigação acessória.

§ 1º Considera-se débito fiscal a soma do imposto, da multa, da atualização monetária e dos juros de mora.

§ 2º O débito fiscal não constituído, objeto do parcelamento, será consolidado no mês do pedido, por auto de infração ou notificação de lançamento, sendo que a parcela mensal não poderá ser inferior a R$ 500,00 (quinhentos reais).

§ 3º Para efeito do parcelamento, os créditos tributários ainda não constituídos deverão ser confessados e lançados em auto de infração.

Art. 5º Os débitos consolidados poderão ser pagos da seguinte forma:

I - Os relativos a fatos geradores ocorridos até 31 de agosto de 2007 poderão ser pagos em quota única com redução do montante de multa e juros nas seguintes condições:

a) 100% (cem por cento) da multa e juros, se o pagamento ocorrer até o dia 31 de janeiro de ( continua ... )

Clique e Leia a íntegra deste documento.


Assine aqui Acesso gratuito por 7 dias


Busca Avançada
Área:
  • Todas
  • Federal
  • Trab/Prev

Ajuda: como pesquiso frases ou expressões?