x
x
x
Dec. Mun. São Paulo/SP 48.084/07 - Dec. - Decreto do Município de São Paulo/SP nº 48.084 de 05.01.2007

DOM-São Paulo: 06.01.2007

Constitui o Núcleo de Defesa da Administração, vinculado ao Gabinete do Procurador Geral do Município, para os fins previstos no artigo 21 da Lei nº 14.125, de 29 de dezembro de 2005.


GILBERTO KASSAB, Prefeito do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei,

DECRETA :

Art. 1º Fica constituído o Núcleo de Defesa da Administração, vinculado ao Gabinete do Procurador Geral do Município, ao qual competirá promover a representação judicial dos titulares de mandato no Município e dos ocupantes de cargo, função ou emprego na Administração Pública direta e indireta municipal, relativa aos atos praticados no exercício regular de suas funções, nos termos do artigo 21 da Lei nº 14.125, de 29 de dezembro de 2005.

Art. 2º O Núcleo de Defesa da Administração será composto por procuradores do Município que atuarão exclusivamente perante órgãos jurisdicionais no Município de São Paulo, salvo situações excepcionais autorizadas pelo Conselho da Procuradoria Geral do Município.

Parágrafo único. Os procuradores a que faz referência o "caput" deste artigo serão designados, de preferência, entre aqueles lotados no Gabinete do Procurador Geral, e poderão, a seu critério, além das funções específicas decorrentes das atribuições previstas no artigo 1º deste decreto, ser designados para outras funções inerentes à carreira.

Art. 3º A intervenção do Núcleo de Defesa da Administração será determinada pelo Procurador Geral do Município, mediante solicitação do interessado, devidamente autorizada pelo Conselho da Procuradoria Geral do Município.

Art. 4º Ao Conselho da Procuradoria Geral do Município caberá autorizar a defesa dos interessados, subordinada à comprovação de que os atos foram praticados no estrito cumprimento do dever legal, na esfera de suas competências, observando o princípio da legalidade e que não são contrários aos interesses do Município.

§ 1º. O Conselho da Procuradoria Geral do Município decidirá sobre a solicitação na primeira sessão seguinte à sua efetivação.

§ 2º. Compete ao Procurador Geral do Município, nos casos urgentes, convocar e instalar reunião extraordinária do Conselho da Procuradoria Geral do Município, em 48 (quarenta e oito) horas.

Art. 5º Quando não houver tempo hábil para manifestação do Conselho da Procuradoria Geral do Município, o Procurador Geral do Município poderá tomar qualquer das medidas previstas neste decreto, "ad referendum" daquele órgão, nos termos do § 3º do ( continua ... )

Clique e Leia a íntegra deste documento.


Assine aqui Acesso gratuito por 7 dias


Busca Avançada
Área:
  • Todas
  • Federal
  • Trab/Prev

Ajuda: como pesquiso frases ou expressões?