x
x
x
Port. MPS 1.131/04 - Port. - Portaria MINISTRO DE ESTADO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL - MPS nº 1.131 de 14.10.2004

D.O.U.: 15.10.2004

(Estabelece critérios de procedimentos para o pagamento da parcela individual da GIFA aos AFPS)


O MINISTRO DE ESTADO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, no uso de suas atribuições, e tendo em vista o disposto no Decreto nº 5.190, de 19 de agosto de 2004, que regulamenta o pagamento da Gratificação de Incremento da Fiscalização e da Arrecadação - GIFA devida aos Auditores Fiscais da Previdência Social - AFPS, resolve:

Art. 1º Estabelecer os critérios e fixar os procedimentos para o pagamento da parcela individual da GIFA aos AFPS.

Da Periodicidade da Avaliação

Art. 2º Os Auditores-Fiscais da Previdência Social - AFPS terão o seu desempenho, individual, avaliado a cada trimestre do ano civil.

§ 1º O desempenho individual terá sua avaliação processada no mês subseqüente ao fim do trimestre e servirá de referencial para o pagamento da GIFA durante os três meses seguintes ao do processamento.

§ 2º A primeira avaliação correspondente à parcela individual da GIFA, no exercício de 2004, compreenderá os meses de outubro, novembro e dezembro, com efeitos financeiros nos meses de fevereiro, março e abril de 2005.

Da Composição da Parcela Individual da Gifa

Art. 3º A parcela individual da GIFA de até 15% incidente sobre o maior vencimento básico do cargo será aferida em decorrência da avaliação de desempenho individual, medida em Unidades de Produção - UP, destinadas a medir a carga e a complexidade do trabalho realizado pelo AFPS, bem como avaliar o desempenho individual por meio do resultado financeiro, da qualidade e da produtividade do servidor, e paga segundo os seguintes critérios:

I - máxima, quando o AFPS atingir ou superar 1200 UP no trimestre;

II - zero, quando o AFPS não auferir nenhuma UP no trimestre;

III - proporcional e linear, quando o AFPS auferir de 1 a 1199 UP no trimestre.

§ 1º Até que seja processada a primeira avaliação de desempenho, o Auditor-Fiscal da Previdência Social recém nomeado receberá, em relação à parcela individual da GIFA, o correspondente a 5% incidente sobre o maior vencimento básico do cargo.

§ 2º À Diretoria da Receita Previdenciária (DIREP) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) cabe disciplinar os critérios e os procedimentos relativos à avaliação das UP auferidas pelos AFPS, observando as normas descritas nesta Portaria e no Decreto nº 5.190, de 19 de agosto de ( continua ... )

Clique e Leia a íntegra deste documento.


Assine aqui Acesso gratuito por 7 dias


Busca Avançada
Área:
  • Todas
  • Federal
  • Trab/Prev

Ajuda: como pesquiso frases ou expressões?