x
x
x
Protoc. ICM CONFAZ 9/81 - Protoc. ICM - Protocolo ICM CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA - CONFAZ nº 9 de 25.09.1981

D.O.U.: 16.10.1981

Dispõe sobre a suspensão do ICM nas operações de transferências de gado bovino, destinado à obtenção de recursos de pastagens.


Os Estados de Mato Grosso do Sul e do Paraná, neste ato representados pelos seus Secretários, respectivamente, da Fazenda e das Finanças e,

Considerando a necessidade de adotar medidas urgentes a fim de minimizar os efeitos da seca que assola as regiões dos Estados do Paraná e Mato Grosso do Sul;

Considerando o objetivo de oferecer e facilitar aos pecuaristas de ambos os Estados a possibilidade de recursos de pasto para gado bovino, resolvem celebrar o seguinte

PROTOCOLO

Cláusula primeira Os Estados signatários acordam em conceder suspensão do pagamento do ICM na saída e no posterior retorno de gado bovino destinado à pastoreação em território do outro Estado, em operações de transferências.

Parágrafo único. A suspensão de que trata esta Cláusula será por prazo não superior a 180 (cento e oitenta) dias.

Cláusula segunda Todas as concessões bem como as saídas, serão, pelo Estado remetente, comunicadas, mensalmente, ao Estado de destino.

Cláusula terceira O encerramento da fase de suspensão, tratada na Cláusula primeira, dar-se-á:

1. pelo decurso de prazo, sem que se efetive o retorno da mercadoria;

2. na data da comercialização do gado no Estado de destino, antes do recurso do prazo de suspensão do tributo;

3. após o retorno da mercadoria ao Estado de origem, nos termos definidos na legislação de cada Estado.

Cláusula quarta Os Estados signatários estabelecerão procedimentos uniformes, respaldados nas suas legislações tributárias, para a concessão do benefício fiscal.

Cláusula quinta Para os fins previstos no presente Protocolo, os Estados signatários deverão estabelecer ou alterar pauta especial e uniforme de valores para as saídas e respectivos retornos de que trata a Cláusula primeira.

Cláusula sexta O prazo de vigência deste Protocolo é de 90 (noventa) dias, podendo qualquer das partes, isoladamente, denunciá-lo para que perca sua eficácia após (trinta) dias contados da expressa manifestação desse interesse.

Cláusula sétima Na aplicabilidade deste Protocolo, serão observadas as normas constantes do Conselho de Política Fazendária (CONFAZ).

Cláusula oitava Este Protocolo entrará em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da ( continua ... )

Clique e Leia a íntegra deste documento.


Assine aqui Acesso gratuito por 7 dias


Busca Avançada
Área:
  • Todas
  • Federal
  • Trab/Prev

Ajuda: como pesquiso frases ou expressões?