x
x
x
Lei Gov. RS 10.389/95 - Lei GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL nº 10.389 de 02.05.1995

DOE-RS: 03.05.1995

Autoriza o Poder Executivo a reduzir alíquota do ICMS nas condições que específica.


O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.

Faço saber, em cumprimento ao disposto no Artigo 82, inciso IV da Constituição do Estado, que a Assembléia Legislativa aprovou e eu sanciono e promulgo a Lei seguinte:

Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a reduzir, temporariamente para cada semestre, a alíquota básica da ICMS, prevista no artigo 24, inciso II, letra "c", da Lei nº 8.820, de 27 de janeiro de 1989, de acordo com o comportamento da arrecadação do imposto verificada no período-base anterior:

I - para 16,5% (dezesseis e meio por cento), quando o crescimento real da arrecadação for superior a 5% (cinco por cento);

II - para 16% (dezesseis por cento), quando o crescimento real da arrecadação for superior a 10% (dez por cento);

III - para 15,5% (quinze e meio por cento), quando o crescimento real da arrecadação for superior a 15% (quinze por cento);

IV - para 15% (quinze por cento), quando o crescimento real da arrecadação for superior a 20% (vinte por cento).

Parágrafo 1º - O período-base para aferição do crescimento da arrecadação compreenderá os meses de dezembro a maio e de junho a novembro.

Parágrafo 2º - O crescimento real da arrecadação em cada período-base será medido comparativamente à arrecadação verificada nos meses de julho a dezembro de 1994, ambas corrigidas monetariamente pelo Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) da Fundação Getúlio Vargas.

Parágrafo 3º - Na hipótese de redução, ou manutenção da redução, a alíquota deverá ser fixada nos meses de junho e dezembro, seguintes a cada período-base e valerá para o semestre subseqüente.

Parágrafo 4º - Na hipótese em que o crescimento da arrecadação, verificado no período-base, não atingir os níveis estabelecidos nesta lei, o Poder Executivo poderá manter a alíquota reduzida que esteja em vigor ou suprimir gradualmente à redução, na mesma escala prevista nos incisos I a IV, para vigorar no semestre seguinte.

Parágrafo 5º - Para efeitos desta Lei, não serão computados na arrecadação os ingressos de valores relativos a créditos tributários decorrentes de ação fiscal.

Art. 2º - O Poder Executivo, no prazo de 60 (sessenta) dias regulamentará a forma de acompanhamento e promoção dos objetivos estabelecidos nesta Lei.

Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 4º - Revogam-se as disposições em ( continua ... )

Clique e Leia a íntegra deste documento.


Assine aqui Acesso gratuito por 7 dias


Busca Avançada
Área:
  • Todas
  • Federal
  • Trab/Prev

Ajuda: como pesquiso frases ou expressões?