x
x
x
Métodos de avaliação de estoques - Roteiro de Procedimentos

Roteiro - Federal/Contábil - 2009/4162

Sumário

Introdução

1. Método PEPS [o Primeiro a Entrar é o Primeiro a Sair]

2. Método UEPS [o Último a Entrar é o Primeiro a Sair]

3. Método da Média Ponderada Móvel

Introdução

Ao final de cada período de apuração do imposto de renda, as pessoas jurídicas tributadas com base no lucro real, deverão promover o levantamento e avaliação de seus estoques.

 
A periodicidade da avaliação do estoque segue a apuração do imposto de renda, ou seja, pode ser trimestral ou anual, observando ainda que, no caso de apuração anual por ocasião de levantamento de Balanço ou Balancete para suspensão ou redução do imposto, durante o ano-calendário, também devem ser levantados e avaliados os estoques.

As mercadorias, as matérias-primas e os bens em almoxarifado serão avaliados pelo custo de aquisição. Os produtos em fabricação e acabados serão avaliados pelo custo de produção e o valor dos bens existentes no encerramento do período base poderá ser avaliado pelo custo médio ou das últimas aquisições.

Os bens de revenda e os itens de produção, adquiridos de terceiros, devem ser avaliados:

a) por pessoas jurídicas que mantenham inventário permanente:

a.1) pelo custo médio ponderado; ou

a.2) pelo custo das aquisições mais recentes;

b) pelas pessoas jurídicas que não mantenham inventário permanente, pelos custos de aquisição, segundo inventário físico (PN CST nº 6/79).

O contribuinte que mantiver sistema de contabilidade de custo integrado e coordenado com o restante da escrituração poderá utilizar os custos apurados para avaliação dos estoques de produtos em fabricação e acabados ( continua ... )

Clique e Leia a íntegra deste documento.


Assine aqui Acesso gratuito por 7 dias


Busca Avançada
Área:
  • Todas
  • Federal
  • Trab/Prev

Ajuda: como pesquiso frases ou expressões?