Pesquisa por expressão: e/ou por período: até  
Artigos por Autor:   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

Artigos por Assunto    pixel

Antônio Lopes de Sá 
Vice Presidente da Academia Nacional de Economia. Presidente da Associação Internacional de Contabilidade e Economia. Medalha de Ouro João Lyra máxima comenda outorgada a um Contador pelo Conselho Federal de Contabilidade. Autor de 176 livros e mais de 13.000 artigos publicados no Brasil e no Exterior.

Artigo - Federal - 2005/1108

Correlações entre Componentes do Custo
Antônio Lopes de Sá*

Elaborado em 07/2005.

Tudo o que ocorre na vida da riqueza é fruto de agentes que sobre ela produzem transformações constantes.

Tal tem sido o progresso nos critérios de produção e gerenciamento, todavia, que critérios antigos, consagrados, de conceitos sobre as relações entre elementos patrimoniais vão perdendo o crédito.

Afirmar, por exemplo, que tantos reais de materiais comprados por uma construtora devem corresponder a tantos reais de mão de obra paga é sustentar uma hipótese.

As relações entre os componentes de custos não podem ser tomadas com rigor e estão sustentadas exclusivamente em "probabilidades".

"Suposições" baseadas em "estatísticas", mesmo quando estas são expedidas por órgãos técnicos, são apenas indícios, nunca elementos que possam servir de "prova" ou de "critério rigoroso de julgamento".

Métodos de gerenciamento, mecanização, utilização de recursos magnéticos e eletrônicos, foram algumas das modernidades que mudaram a face das "correlações" entre os componentes de custos.

Materiais alternativos são constantemente introduzidos nos mercados com o objetivo de reduzir o pesado custo dos encargos trabalhistas e sociais que inviabilizam, às vezes, a maior expansão no emprego de pessoas.

Arbitramentos, todavia, de incidência de mão de obra, continuam sendo feitos em base de suposição, mas, recusados pela Justiça.

Já na primeira metade do século passado um grande cientista da Contabilidade, especialista em custos, Prof. Teodoro D`Ippolito, advertia sobre a relatividade com que devemos analisar as relações entre os componentes de custos.

Em uma obra que editou há mais de 60 anos (I costi di produzione nelle aziende industriali), o referido professor, responsável pela unificação da Contabilidade na Itália, consultor internacional (foi quem organizou a Contabilidade de Custos das Indústrias Matarazzo, em São Paulo), com ênfase destacou que tal é a complexidade do assunto que não permite rigores quanto a percentuais de correlação.

A questão de custos é uma das mais complexas da especialização contábil, e, embora o progresso nessa área não esteja ainda ocupando os espaços que merece.

Mais de 200 anos são passados e a filosofia de Diderot, de nada admitir sem provas, ainda não conseguiu implantar-se em algumas áreas onde só a realidade deveria ser a máxima.

 
Antônio Lopes de Sá*

  Leia o curriculum do(a) autor(a): Antônio Lopes de Sá.



- Publicado em 02/09/2005



Todas as legislações citadas neste artigo estão disponíveis na íntegra no CHECKPOINT. Se você ainda não é usuário faça AQUI sua solicitação de acesso para degustação.

Veja também outros artigos do mesmo autor:

Veja também outros artigos do mesmo assunto:
· Sociedades em Conta de Participação - Aspectos Societários e Fiscais - Paulo Attie*
· Responsabilidade Profissional e Falácias em Normas Internacionais de Contabilidade - Antônio Lopes de Sá*
· Reforma da Lei das Sociedades Anônimas e a Má Qualidade nas ditas Normas Internacionais de Contabilidade - Antônio Lopes de Sá*
· A Reforma da Lei das Sociedades Anônimas e seus Impactos na Escrituração Contábil e nas Demonstrações Financeiras - Milton da Silva Pereira*
· Divergências na Convergência das Normas Internacionais de Contabilidade - Antônio Lopes de Sá*